Adaptação do livro A cabana para o cinema

Mackenzie nunca superou a morte de sua filha mais nova, Missy, cujo corpo nunca foi encontrado. Como se fosse um sonho, ele faz uma viagem para o mesmo lugar que ocorreu o assassinato - uma casa de campo aonde ele a a família passavam as férias. Lá ele encontra Deus, que na verdade é uma mulher, o Filho, um homem muito simples e outra mulher que seria o Espiro santo.  Nessa viagem, Deus o ensina a perdoar e ver o mundo de uma forma muito diferente.
É uma história que fala de perdão, amor e erros que devem ser deixados para trás. 

No filme prega ensinamentos sem clichês, sem todos aqueles padrões que vimos em quase todos os filmes evangélicos. É como se fosse algo natural, como respirar.

O filme nos ensina que quando falamos a verdade a uma pessoa, ela nos liberta. Fala que para fazermos um novo jardim e para ele florescer, precisamos arrancar todas as raízes antigas que só nos fazem mal. Fala de deixar o passado para trás e tudo aquilo que te impede de ser feliz e seguir a nossa felicidade. E toda vez que a gente ama ou perdoa alguém, o universo muda para melhor. Fala sobre se libertar, perdoar e amar as pessoas acima de qualquer coisa, independente do que elas tenham feito pra você. E que não podemos julgar uma pessoa pelo que ela fez. 

Por exemplo, aquele homem queria julgar o assassino de sua filha ao inferno. Uma mulher pediu para que ele escolhesse entre um dos seus filhos para passar a eternidade nesse mesmo lugar.  Ele não queria escolher, disse para leva-lo e deixa-los ficar. 
É assim que Deus se sente quando quando precisa escolher entre seus filhos para serem salvos. Ele não quer isso, assim como aquele homem não queria escolher qual dos seus filhos iria para o inferno. Deus fica triste quando cometemos pecados que impedem dele nos salvar. Porque tudo o que ele quer é estar junto a nós. 

O filme fala de Deus como se fosse aquele seu melhor amigo mais próximo, que você pode contar sempre sem precisar de cerimônias, é assim que Ele quer ser tratado. Não como um soberano que você tem medo de falar. A história fala sobre os propósitos de Deus de uma forma tão natural que você nem percebe.

Foi um ótimo filme, recomendo a todos. <3



2 comentários:

  1. Me falaram muito bem do filme, por enquanto só li o livro!

    http://www.gotasdecafe.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu sou apaixonada pelo livro A cabana, é meu livro de cabeceira... uma história incrivelmente linda, cheia de lições de vida. Porém, o filme não sei o que aconteceu, que não gostei muito. Fui ao cinema com minha melhor amiga assistir, e dormir o filme quase todo, rs ... mas, ainda vi algumas partes, e uma parte que achei bonita no filme, foi a parte que Deus coloca o ator principal como juiz.. foi bem inteligente essa parte.

    Daniele

    Dezesseis

    ResponderExcluir

Olá! Não esqueça de deixar um comentário bem caprichado sobre o post viu? :)