Love Store



Querido Diário, hoje foi um dia complicado. Eu chorei, e amei ao mesmo tempo. E mesmo que um dia isso acabe, pelo menos eu queria ter a certeza que, sim, é possível amar de verdade nesse mundo de loucos. Eu tenho pena daqueles que nunca amou alguém tão profundamente com toda a sua alma. Amar é bom, amar é como se provasse um pedacinho do céu. Você não pode ter medo de amar alguém com a insegurança de se ferir no final, o final, é final. Se acabar, pelo menos você terá boas lembranças para se orgulhar.

"Assim que o amor entrou no meio, o meio virou amor 
O fogo se derreteu, o gelo se incendiou
E a brisa que era um tufão 
Depois que o mar derramou, depois que a casa caiu
O vento da paz soprou."

William Shakespeare

Era pra ser uma história de amor, mas acabou sendo uma tragédia. Tipica daquelas de Romeu e Julieta. Era pra estarmos juntos, mas estamos separados. "Fique comigo!" ele gritou em desespero. Mas eu não ouvi, eu peguei as malas e fui embora com lágrimas nos olhos. Eu não conseguia enxergar nada à minha frente por causa das lágrimas que insistam em cair, uma atrás da outra. O meu mundo havia sido destruído, tudo o que eu vivi, olhando agora, parecia uma grande ilusão. Como se eu fosse uma idiota. Minha mãe ficou olhando atrás da janela, enquanto eu botava as malas no carro e ia embora. Longe de tudo aquilo, longe de todas as mentiras. 
Eu vi pelo retrovisor quando ele ficou no meio da estrada e olhou, enquanto o carro corria cada vez mais. Eu não queria deixa-lo, ele era o único motivo que me faria ficar, mas era tarde de mais, era tarde quando o seu coração é quebrado.
Duas horas depois, e um posto de gasolina, eu dei um longo suspiro antes de sair do carro. E ali estava ele, ao lado da sua Ranger rover de braços cruzados. 
"Assim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio." ele disse, citando Shakespeare. Ele sábia que era o meu livro favorito. Mesmo com o meu coração queimando em mil pedaços, eu olhei pra ele. Seus cabelos estavam bagunçados e o olhar de desespero me deixou ainda mais aos prantos. Mas o olhando e o vendo, parecia que ele conseguia transformar o meu ódio em amor. 
"Choramos ao nascer porque chegamos a este imenso cenário de dementes." Retruquei.
"Conservar algo que possa recordar-te seria admitir que eu pudesse esquecer-te." ele se aproximou de mim e colocou uma mecha do meu cabelo para trás e deu um pequeno sorriso. Eu nunca o esqueceria. 
"É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada." eu sussurrei. 
Ouve um segundo em silêncio, antes de ele se aproximar ainda mais. 
"Lutar pelo amor é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor." ele disse antes de colocar as suas mãos no meu rosto e me beijar. 

                                                              -  Yash

4 comentários:

  1. Mds Yash você ainda me mata do core, eu estou debulhando em lágrimas, que texto lindo :') ♥

    ResponderExcluir
  2. Que texto incriveeel ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir
  3. Dona Yasmim me fazendo chorar de novo. Escritora favorita ♥

    ResponderExcluir

Olá! Não esqueça de deixar um comentário bem caprichado sobre o post viu? :)