UMA CHANCE PARA O AMOR


Chegou como um raio de sol em um jardim de inverno, aquecendo tudo a sua volta. Chegou como quem não quer nada, como só quem quer chegar... E ficou, ficou porque encontrou ali um lugar para habitar. E que sorte a minha, ser teu lar agora, depois de tudo sempre ter sido vazio. Te beijaria incansáveis vezes, pois esperei por esse momento tanto tempo. Te diria o quão feliz eu estava por estar ali, no seu abraço, logo meu lar. Te faria as mais lindas declarações e ainda sim seriam poucas diante de tudo que estava guardado em meu peito. Olharia em seus olhos, e lhe daria a certeza de dias inesquecíveis daquele momento em diante. Agradeceria ao bom Deus, por ter cruzado nossos caminhos, e ainda sim lhe contaria que sempre esteve em meus sonhos e que a certeza que iria lhe encontrar sempre se fez presente. Lhe diria também, que todos os meus erros me levaram até você. Venceria qualquer distancia para lhe alcançar, e mesmo que me perdesse, a vontade de estar junto seria muito maior. Lhe contaria de meus medos, aquele do escuro em que possivelmente fantasmas poderiam surgir, mas nada disso seria tão grande quanto ao meu medo de um dia lhe perder. Olhando agora em seus olhos, te afirmaria infinitas vezes por quanto te esperei e procurei, e que agora, ao lhe encontrar, não mediria forças para continuar aqui, em seu peito quente, que me acolhe nessa noite fria. Lhe pediria que esquecesse o medo, que não teria porque fugir, pois nada seria em vão. Nessa noite fria, lhe peço que a cada vontade de desistir, mil façam você persistir. Que a cada rachadura que a vida lhe fez, eu estaria aqui, disposta a remenda-las, sem se quer lembrar que um dia elas existiram. Que esquecesse o ontem, e só pensasse no agora, agradecendo por ter encontrado seu lar em meus abraços. Dando a si e a vida, mais uma chance pro amor.
Carolina Netto

5 comentários:

Olá! Não esqueça de deixar um comentário bem caprichado sobre o post viu? :)