Resenha: O Reino das vozes que não se calam


Carolina Munhóz e Sophia Abrahão

SINOPSE: Se você encontrasse um lugar onde todos o aceitassem... Seria capaz de abandoná-lo?
Sophie se esconde de todos e de si mesma: insegura, não consegue enxergar sua beleza e talento, e sente dificuldade em se relacionar com os outros. Seu dia a dia se perde entre os caminhos tortuosos dos que convivem com a depressão e o bullying, e a jovem aos poucos vai se fechando na escuridão de seus pensamentos.

Desamparada e sem coragem de lidar com seus problemas, ela acaba descobrindo um lugar mágico: um Reino onde as vozes não se calam e as criaturas encantadas se tornam reais. Um local colorido onde ela finalmente poderá se encontrar. Dividida entre a realidade e a fantasia, Sophie contará com a ajuda preciosa de um rapaz comum e uma guardiã encantada, que lhe mostrarão os segredos da alma e a farão decidir se vale a pena enfrentar seus medos ou viver em um eterno conto de fadas.
Páginas: 288
Editora: Fantástica Rocco

RESENHA

Sophie é uma menina depressiva, que não consegue aceitar a sua vida. Todos os dias ela fazia a mesma pergunta para si mesma "Porque não posso ser feliz?" Era difícil se sentir deslocada, frágil, insegura, como se nunca conseguisse se encaixar no mundo em que vivia. Depois de várias brigas com os pais, e de sua melhor amiga, Anna ter lhe traido, Sophie dorme, mas durante o sono nunca tinha pensado que iria parar em outro lugar, no Reino das vozes que não se calam.

"Eu queria te ajudar, se eu pelo menos pudesse carregar a sua dor." P199

Era um lugar mágico, onde tudo oque via era colorido com uma sensação de paz,  Era um lugar aonde gatos falavam, fênix voava e seriamos nadavam pelo mar e fadas que se chamavam de Pixies , levavam magia para o Reino mágico.
Com ajuda de Sycret, a guardadora de segredos, Sophie vai explorando e descobrindo qual era a sua verdadeira missão naquele Reino. Ao encontrar com uma avó Ny, Sophie descobre que não só era uma habitante daquele reino, como era Princesa dele. E que povo do Reino, que se nomeavam como Tirus, sofriam tanto quanto todos pela falta da Princesa no Reino. 

"A pessoa que mais a condena, é você mesma, alteza." P225

Sophie tinha encontrado seu lugar, seu coração pertencia ao Reino, e aos Tirus... Desejava nunca mais voltar para a vida humana, aonde não havia felicidade, aonde as pessoas só sabiam a julgar. Não tinha amigos, a não ser seus pais. Mas a sua jornada estava longe de terminar. Para ficar para sempre no Reino, Sophie tinha que descobrir as três cartas que Mama Lala (a vidente do reino) havia lhe mostrado. A carta dos amantes, do louco e da morte. Era difícil para Sophie entender tudo aquilo, mas queria ficar no Reino e faria de tudo para poder ser feliz. 

"Não existem terceiras chances nem segundas amizades." 

Na vida humana, Sophie acaba conhecendo um garoto chamado Léo, com o seu jeito brincalhão de ser. Com  a proximidade de Léo, Sophie acaba conhecendo Mônica, que era exatamente a pessoa que precisava para ajuda-la com as cartas. Mônica e Léo, faziam de tudo para se aproximar da garota, que a cada dia que passava se tornava mais solitária. Sophie não queria se aproximar dos dois, mas precisava de Mônica para descobrir as cartas. Aos poucos as duas vão virando amigas, assim como Léo e Sophie, pareciam ser levados para uma paixão. Ele era o único que havia a entendido e o único que não havia a julgado. Então se fosse assim, seria sua amiga. Ou até mais que isso.

"Nem tudo oque queremos o mundo nos dá."

Mas os dias não pareciam ir bem, Sophie quase não ia ao Reino e o seu mundo real parecia desabar cada vez mais, com a falta de sua melhor amiga Anna e as ofensas dos alunos que a chamavam de Anoréxica, magricela de mais ou até mesmo de louca, os seus dias passavam a ser complicados, até isso chegar aos ouvidos da diretora da escola, que exigiu que Sophie procurasse ajuda de um psicólogo ou até mesmo um Psiquiatra para se tratar, não iria permitir um aluno que pra ela se rotulava como Anoréxica ou até mesmo louca em sua escola.

A depressão parecia pegar Sophie cada vez mais, quase não ia a escola e Léo, por sua sorte era quem trazia a matéria para ela. Mas pelo menos algo tinha que dar certo, Sophie havia descobrido o significado da carta dos Amantes com a ajuda de Mónica, mas ainda precisava descobrir oque a carta do louco e da morte significava para poder ficar no Reino para sempre. Mas as suas atitudes iriam além, Sophie havia passado dos limites para descobrir oque a carta do louco significava, arriscando a sua própria vida e até mesmo a vida do Reino que agora, parecia sem vida com a notícia do grande erro da Princesa. 

"Percebi que vocês nunca precisaram ser salvos. Eu era a única que estava perdida." P289

Depois desse erro, Sophie vai vendo que haviam pessoas na terra que a amavam, inclusive Léo, que não saia do lado da garota mesmo com todos os seus defeitos e boatos que a cercavam pelos alunos do colégio. Sophie descobrira oque significava a carta do louco e aos poucos, com a sua vida na terra melhorando, e tendo um pingo de felicidade, dando uma chance para as pessoas que a amavam na terra, finalmente havia descobrido a carta da morte. E só assim, poderia ter um final feliz, do lado das pessoas que a amavam. 

"Um Tiru é capas de amar mais do que tudo. Capaz de ver além da superfície."

Eu achei o livro maravilhoso, do começo ao fim. A forma de escrita da Carol e Sophia foram perfeitas, sem mostrar nenhum tipo clichês pelo menos na minha opinião. A forma fantástica do livro foi oque mais me agradou, elas criaram coisas que eu nunca podia imaginar como gatos falantes, Fênix e vários outros animais mitológicos que só podemos encontrar em livros. Sophie nos ensina que mesmo estando no fundo do poço, e possível continuar. Eu recomendo esse livro para todos, mas principalmente para as pessoas que tem problemas com a vida, que se sente sozinho e até mesmo aquelas que se olham no espelho e se acham: feio demais, magro demais, esquisito demais, pessoas que também se sentem mal ou depreciavas... Esse livro nos ajuda, porque é como um conforto, ele nos entende. 
O Reino das vozes que não se calam, não é só um livro, e sim um presente e um conforto, e tenho certeza que livro da Carol e Sophia, vão ajudar muitas pessoas como me ajudou. 

Eu fui na tarde de autógrafos do livro aqui no Rio, que aconteceu dia dezesseis de agosto no Shopping Rio Sul em botafogo. Esperei HORAS na fila, mas todo esse tempo com certeza valeu a pena. As autoras são lindas e superlegais, eu já conhecia a Sophia, mas me surpreendi muito com a Carolina, ela é um amor e com certeza é um ótimo exemplo para várias escritoras que encontramos no Brasil, pelo seu jeito humilde e fofo de lidar com os fãs. 





#TeamSophie



2 comentários:

  1. Sabes aonde compro o livro pela internet? Algum site seguro? <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manuela, eu sempre compro pelo Submarino, porque os preços são ótimos e eles entregam super rápido.

      http://www.submarino.com.br/produto/120096895/livro-o-reino-das-vozes-que-nao-se-calam?ranking=1&p=o%20reino%20das%20vozes%20que%20n%C3%A3o%20se%20calam&typeclick=3&ac_pos=header&origem=ac

      Os sites de Saraiva, Extra e Lojas amaricas também são super confiáveis.

      Beijos ♥

      Excluir

Olá! Não esqueça de deixar um comentário bem caprichado sobre o post viu? :)