Resenha: Azul da cor do mar


Marina Carvalho

Sinopse: ACASO, DESTINO OU LOUCURA? No caso de Rafaela, pode ser tudo isso junto. Para alguém como ela, nada é impossível.
Rafaela sonha desde a adolescência com o garoto que viu uma vez, perto do mar, carregando uma mochila xadrez... A ideia fixa não a impediu, porém, de ser uma menina alegre e muito decidida. Ela quer ser jornalista, e seu sonho está se concretizando: Rafaela Vilas Boas (um nome tão imponente para alguém tão desajeitado) conseguiu um estágio no melhor jornal de Minas Gerais. Mas, como estamos falando da Rafa, alguma coisa tinha que dar errado. O jornal é mesmo incrível, mas seu colega de trabalho, Bernardo, não é a pessoa mais simpática do mundo.
Em meio a reportagens arriscadas – e alguns tropeços –, Bernardo acaba percebendo, contra a sua vontade, que Rafaela leva jeito para a coisa... E que eles formam uma dupla de tirar o fôlego.
Mas e a mochila? E o garoto, o envelope, as cartas? Um dia a estabanada Rafaela vai ter que se libertar dessa obsessão.


Resenha: Azul da cor do mar, meu Deus que livro perfeito é esse? E mais, nunca vou conseguir superar. Na história, Rafaela narra sua história desastrada, complicada, turrona que por trás dessa casca inteira à uma garota que vai se apaixonando aos poucos por Bernardo Venturine, seu colega de trabalho. Mais para explicar isso, vamos voltar desde o começo na história não é mesmo?

Rafaela Vilas Bolas, mora em Belo Horizonte dividindo um apartamento com seus dois irmãos, Ricardo e Augusto. Quando Rafa era pequena, sempre ia passar os verões com sua família e seus irmãos em uma praia no Espirito santo, cujo nome era Iriri. Todas as vezes que Rafa ia até lá, encontrava um garoto de mochila xadrez e aquilo se tornou uma paixão platônica pelo garoto de mochila xadrez, que não sábia o nome, nem idade e nem endereço do tal garoto. Então, Rafa cresceu com essa lembrança em sua memória e sua obsessão pelo garoto que tinha visto na praia naquele verão.




O tempo passou, e por causa dessa obsessão Rafaela resolveu cursar a faculdade de jornalista investigativa e que também deu início ao seu estágio no Jornal folha de Minas que era um dos seus maiores sonhos. Conseguindo seu cargo, Mauricio (chefe do jornal) botou Rafaela na cola de Bernardo, o melhor jornalista investigativo de toda a redação. Os dois não se simpatizaram de cara, com um tempo Rafaela constatou que Bernardo era uma verdadeira cria de satanás, pois os dois sempre viviam entre agressões verbais, e Bernardo sempre tirava um tempo para fazer uma piadinha sobre seu trabalho, ou como ela se vestia



Mais como sempre dizem por aí, que o amor e ódio vivem lado a lado não é mesmo? Depois de um tempo, Rafaela começa a perceber que está completamente apaixonada por Bernardo, mesmo ele a tirando do sério, isso foi constatado depois que ela e Gisele começaram a brigar, por Gisele (ex-amiga-do-peito de Rafaela) começar a se jogar para cima de Bernardo. Suas amigas, até mesmo seu irmão Gustavo dizia que não tinha como negar, Rafa tinha se apaixonado pelo cara mais turrão da redação, e com muito esforço Rafa vai conseguindo dizer a si mesma que tudo isso era verdade e que não adiantaria mais enganar se coração. Aos poucos, ela vai percebendo que Bernardo vai dando sinais que corresponde essa paixão. Mais peraí, e o garoto da mochila xadrez?





Bom não tenho que reclamar em absolutamente NADA nesse livro, devorei as 300 e poucas páginas em três dias e quando eu finalmente acabei queria não ter acabado, eu simplesmente AMEI o enredo inteiro, desde o início ao fim, sem contar as altas risadas que soltei lendo as cenas atrapalhadas de Rafaela.

Meus quotes favoritos

"Amparada nos braços dele, eu soube que não existia outro homem do mundo pra mim"

"Prometo deixar seu coração inteiro daqui pra frente"

“Amigo! Pois sim. Eu preferia comer vidro a ter um amigo como Bernardo.”
 Sabe qual é o apelido carinhoso que o Be deu pra Rafa? Vocês vão se apaixonar *-* Mais isso vocês só descobrem lendo Azul da cor do mar, da talentometria, Marina Carvalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Não esqueça de deixar um comentário bem caprichado sobre o post viu? :)