Tempo.

Tenho muitos textos guardados no meu blog, mas nunca tive coragem de posta-los. Agora que eu melhorei, queria compartilhar cada um deles com vocês. Vou postar cada um a cada semana. Espero que gostem, é de coração.

Resultado de imagem para relógio tumblr

Luan Santana ft Sandy - Mesmo sem estar (clique aqui para ouvir)

texto escrito no dia 02 de fevereiro, 2017. 

Eu vi no relógio quando marcavam exatamente 03h00 da manhã. A dor não passava de jeito nenhum, sentia calafrios pelo meu corpo e o meu coração, para completar, estava em pedaços. Não tinha ninguém para segurar meus cabelos enquanto eu estava ajoelhada no chão do banheiro, tentando colocar todo aquele mal para fora, mas de certa forma, eu não conseguia. E aquilo me fez chorar mais.
Levantei e me vi no espelho do banheiro, meus olhos estavam visivelmente vermelhos, meu rosto estava pálido, meu corpo tremia. E eu pensei no porque você estava fazendo aquilo comigo. Será que você era tão egoísta assim por me fazer sofrer tanto, por causa de você mesmo?
Sentei no sofá, só conseguia escutar o silêncio enquanto eu pegava uma almofada e a abraçava. Tinha o seu cheiro. A cada dia que passava, aquela dor quebrava ainda mais o meu coração. E naquela hora, exatamente às 03h30 da manhã eu tive certeza de uma coisa: eu não era mais a mesma. De certa forma eu ainda sentia o meu coração latejar, mas não da mesma forma. Acho que foi ai que eu me tornei uma pessoa como qualquer outra no mundo: fria.
E a garota que você conheceu, cheia de sonhos, que sempre acreditou que o amor era a coisa mais linda do mundo, mais especial, tinha morrido naquele momento. Não acreditava mais no amor. Pois eu não conseguia mais encontra-lo no meu coração. Porque não entendia como ele podia fazer alguém sofrer tanto e doer tanto como estava doendo naquela hora. 
Talvez com o tempo eu voltasse a acreditar. Talvez eu conseguisse reconstruir todos os caquinhos. Mas não queria ser mais como eu era antes.

Tempo. A gente nunca vai entender o que ele é capaz de fazer. Ás vezes trás saudade, ás vezes afasta. Ás vezes destrói. A gente nem percebe quando ele passa. Mas a cada dia, é menos um dia, ou talvez mais um dia, dependendo do seu ponto vista. A questão é que a gente nunca sabe o que ele é capaz de fazer com uma pessoa. Torna-la melhor? ou talvez pior? O tempo afasta. Mas também cura. Cicatriza, mas também abre feridas ou talvez nem ele seja capaz de cicatriza-las por inteiro. A gente nunca sabe o que ele é capaz de fazer. Entretanto, não podemos fugir dele. As coisas acontecem. A gente não pode interromper o destino, ele já está selado. Talvez ele cure como eu disse, talvez ele junte ou talvez não. Ninguém sabe. É um segredo que a gente só vai descobrir no futuro. 

O Quanto Eu Odeio Você: Capítulo 01 "Let the games begin"

Sinopse: Quando Connely Edwards vê Chris Blake, o capitão do time de futebol, pela primeira vez a única coisa que ela sentia pelo quarterback era repulsa. 
A líder de torcida simplesmente o odiava pela forma convencida el charmosa que Chris exercia sobre todas as garotas do seu time e da escola. 
Já o Chris, adorava provoca-la e vê-la irritada, como se isso despertasse algo na garota que quase ninguém conseguia entender. Mesmo sendo de times aliados a rivalidade que os dois tinham um pelo o outro era maior que todos os times rivais da Altreider Hight School.